Artigos

 

O que é?

O disco intervertebral está localizado entre as vértebras da coluna vertebral, formando uma articulação responsável pelos movimentos. A hérnia ocorre quando disco intervertebral migra para fora do seu da sua posição normal, lembrando que o disco é formado por um núcleo gelatinoso e em volta existe um anel fibroso. Há dois tipos de hérnia de disco, a protusão quando as fibras do anel se deslocam e extrusão quando o núcleo gelatinoso rompe e anel deslocando-se para fora. Um dos tratamentos conservadores mais eficientes para esse caso é a fisioterapia.

Quais são as causas?

As causas são a predisposição genética, envelhecimento, processo degenerativo, estresse mecânico persistente em determinada postura, falta da integridade muscular que dá sustentação à coluna.

Movimentos como inclinação, impulso e levantamento, quando repetidos em demasia, podem desencadear na ruptura do disco intervertebral.

Quem faz parte do grupo de risco?

Pessoas que mantém a postura prolongada, sejam as que trabalham muito tempo sentada ou em pé. Apesar de mais raros, alguns acidentes podem provocar o a hérnia. Os fumantes também estão suscetíveis a desenvolver hérnia de disco, onde tabaco comprovadamente contribui para a diminuição do fluxo sanguíneo, interferindo na nutrição do disco intervertebral, facilitando sua ruptura. 

Quais são os sintomas?

A hérnia pode ser assintomática, porém quando há sintomas, a dor não se limita apenas nas costas. Se estiver localizado na região cervical, o paciente poderá apresentar dores irradiadas e formigamentos para os membros superiores. Em muitos casos, na condição lombar, ocorre formigamento, fraqueza nos membros inferiores e até incontinência urinária.

A dor nas costas pode ser incessante e duradoura. Por isso a importância do auxílio médico e da fisioterapia o quanto antes, caso contrário o paciente poderá ter sua vida pessoal e profissional comprometida.

Diagnóstico

Simples exames de imagem são capazes de identificar a hérnia de disco. Sobretudo a radiografia, a tomografia e a ressonância magnética, são mais assertivas para a localização exata.

Tratamento

Em fase aguda, o repouso é fundamental para a plena recuperação do paciente. Alguns fármacos, como os analgésicos e anti-inflamatórios são recomendados para o alívio das dores.

O tratamento conservador mais efetivo é fisioterapia, inicialmente com uma avaliação adequada, para detalhar qual terapia será necessária para cada paciente. A finalidade é promover a melhora funcional do paciente, por meio de uma série de técnicas que contribuem para a reorganização das estruturas lesionadas, além da educação do indivíduo que por muitas vezes encontra-se fragilizado e com medo dos movimentos.

No decorrer do tratamento fisioterapêutico, o paciente é encorajado a prática de exercícios físicos, como pilates, musculação ou alguma atividade que traga satisfação em sua execução.

O tempo estimado de melhora também depende de evolução de cada organismo. A média é de três a seis semanas após o início da fisioterapia para dor nas costas e coluna.

A Evolua desenvolveu um programa de reabilitação de disfunções osteomusculares: o EVOLIMITS.

O paciente acometido por hérnia de disco, entre outros problemas na coluna vertebral e nas articulações, poderá se beneficiar com os procedimentos adotados no programa.

O EVOLIMITS foi desenvolvido por profissionais qualificados, a fim de evitar que seus pacientes passem por cirurgias invasivas, ou que fiquem com os movimentos limitados por muito tempo.

Apesar de raro, algumas pessoas precisam ser submetidas a procedimentos cirúrgicos. Principalmente quando há perda neurológica grave, porém, mesmo com a necessidade deste tratamento, os métodos estão cada vez menos invasivos, por exemplo via endoscópica, sem longos períodos de recuperação hospitalar.

Envie sua mensagem

Atendemos no conforto de sua casa. Solicite uma visita para avaliação!

Entre em contato

O diferencial do nosso trabalho está no atendimento individualizado e no acompanhamento evolutivo que é feito a cada sessão.

telefone(11) 9.8141-4806

emailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

facebook@evoluareabilitacao

Responsável técnica

Luciana Gardin
Fisioterapeuta Coordenadora
CREFITO: 3/29860-F